Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de julho de 2009

- Alô?
- Amor!! Te amo, sabia?
- Não, não sabia e não me ama nada.
- Oh amor, que isso, claro que amo, porque fala assim, você não me ama?
- Isso, não te amo.
- Ham?
- Benzinho, você não me ama, eu não te amo, mas vamos nos casar, ter filhos, uma casinha e nos amaremos, certo?
- O quê?
- É assim, simples, como já disse antes, nem eu e nem você ama um ao outro, fato é que estamos nos amando, isso que vale.
- Hum..
- Amor, não existe eu te amo, existe estou te amando e você também está me amando, logo, estaremos nos amando.
- Como assim?
...tum,tum,tum,tum,tum...
- Amor? Amor? Cadê você?...Amor?... Seu filho da puta, desgraçado, corno, viado e inútil, te odeio!!

2 comentários:

Pagu disse...

contradição, amor e ódio, multipolaridade, telefone, isso me lembra alguma coisa...


Deu vontade de comentar ;D

Bruna Léo disse...

HAHAHAHAHHAHA Eu ri!
Finge que eu sou homem por 2 min, por favor.